Primeiro caso de Tétano na Itália em 30 anos

syringe1

 

O movimento antivacina faz mais uma vítima, desta vez na Itália.

Um menino de dez anos, cujos pais optaram por não vaciná-lo, foi internado na Sardenha com tétano.

O garoto sofreu um corte na testa quando andava de bicicleta, e não recebeu vacina por recusa dos pais.

O movimento antivacina está ganhando força na Itália e é responsável pelo recrudescimento também do sarampo naquele país, que já registrou mais de 3.000 casos neste ano.

Será que vamos voltar aos tempos das grandes epidemias?

Quem viver (e sobreviver), verá…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s